Alimentação em Tempos de Covid-19

Diante da propagação de um novo patógeno, o coronavírus SARS-CoV-2 causador da doença infecciosa COVID-19, muitas são as dúvidas sobre a relação entre o vírus e a alimentação.

– A Covid-19 pode ser transmitida através de alimentos?

– Existem alimentos e/ou bebidas contraindicados em caso de suspeita de Coronavírus?

– Existem alimentos ou bebidas capazes de ajudar na prevenção e/ou cura da Covid-19?

– Existe um tipo de alimentação para fortalecer a imunidade serve em tempos de Coronavírus?

– Que medidas podem ajudar a população a se proteger do coronavírus na hora de preparar e comer os alimentos?

Segundo a National Evironmental Health Association, não há evidências de que os alimentos representem um risco à saúde pública em relação ao COVID-19, por seu principal modo de transmissão ser considerado de pessoa para pessoa. Além dela, a European Food Safety Authority (EFSA) enfatizou que não existe, até ao momento, evidências de qualquer tipo de contaminação através do consumo de alimentos cozidos ou crus.

Ainda é preciso que novas pesquisas e reflexões surjam da relação entre alimentação e a COVID-19.

Em todo caso, manter uma alimentação saudável com outros bons hábitos como ingestão de quantidade de água adequada e exercícios físicos, pode sim ajudar no fortalecimento do sistema imune das pessoas, o que pode ser útil no combate contra qualquer tipo de doença de acordo com as orientações presentes no Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde.

Minerais e vitaminas como zinco e vitaminas C, A e D são importantes para manter um bom sistema imunológico.

Até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina ou alimento específico que possa prevenir e/ou curar a infecção pelo novo coronavírus.

Os cuidados referentes a higienização pessoal, ambiental e dos alimentos devem estar adequados de modo a propiciar uma melhor promoção da saúde em meio a pandemia.

Os alimentos, embalados ou não vindos da rua, devem ser higienizados em casa, e quando possível a embalagem deve ser descartada, por exemplo arroz, açúcar, macarrão esses alimentos podem ser armazenados em potes com tampa.

Para a higienização das embalagens podem ser utilizados sabão e água ou álcool 70% na forma líquida ou gel.

Já para a higienização de hortaliças, frutas, legumes e verduras, segue o passo a passo:

1.    Selecionar, retirando as folhas, partes e unidades deterioradas;

2.    Lavar em água corrente, vegetais folhosos (alface, escarola, rúcula, agrião, etc.) folha a folha, e frutas e legumes um a um;

3.    Colocar de molho por 10 minutos em água clorada, utilizando produto adequado para esse fim (ler o rótulo da embalagem), na diluição de 200 ppm (1 colher de sopa para 1 litro);

4.    Enxaguar em água corrente vegetais folhosos, folha a folha, e frutas e legumes um a um;

5.    Fazer o corte dos alimentos para a montagem dos pratos com as mãos e utensílios bem lavados;

6.    Manter sob refrigeração em recipiente devidamente tampado até o momento de servir.

Lembrando que a higienização dos alimentos e embalagens é importante na prevenção do Covid–19 e para evitar possíveis doenças causadas por alimentos.

 

Mônica Sayuri Albano Mizukami

Nutricionista

CRN3 24917

 

Referências Bibliográficas

Lima, M R S, Braz J. of Hea. Rev, Curitiba, 2020.

Artigo do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)

Guia de orientações em relação à alimentação e exercício físico diante da Covid-19 Instituto Fio Cruz.

Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde.

Guia de orientações em relação à alimentação e exercício físico diante da Covid-19.

Guia Alimentar em Tempos de Covid – Associação Brasileira de Nutrição ASBRAN.

Cartilha com recomendações técnicas sobre a alimentação e a Covid-19 – Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *