Principais áreas de atuação da fisioterapia em idosos

O processo de envelhecimento está relacionado com a diminuição da independência funcional dos indivíduos. A funcionalidade é um termo que engloba todas as funções do corpo, atividades e participação social. Deste modo, as metas do fisioterapeuta englobam retardar a instalação de incapacidades decorrentes do processo de envelhecimento, realizar o tratamento das alterações funcionais e motoras, provenientes de doenças e problemas associados, e reabilitar de acordo com suas potencialidades e especificidades. Atuando, assim, na atenção à saúde do idoso em todos os âmbitos, desde a promoção até os cuidados de alta complexidade.

A fisioterapia possui diversas áreas de atuação. No entanto, as peculiaridades do processo de envelhecimento e suas doenças conduzem os fisioterapeutas a trabalharem com mais frequência em algumas áreas específicas:

  • Respiratória: é indicada para todos os idosos que apresentam algum tipo de comprometimento pulmonar, seja agudo ou crônico. A pneumonia é a doença mais comum entre os idosos, sendo muitas vezes necessária a internação para o tratamento, com alto índice de mortalidade. As técnicas de higiene brônquica, reexpansão torácica, reeducação respiratória e fortalecimento da musculatura expiratória devem ser realizados para manutenção da função pulmonar.
  • Neurológica: o objetivo principal é reabilitar de modo que o indivíduo tenha um maior grau de independência. As patologias neurológicas mais comuns nos idosos são o AVE (Acidente Vascular Encefálico), Doença de Parkinson e Doença de Alzheimer.
  • Ortopédica: são muito comuns as doenças degenerativas como as artroses, artrites e osteoporoses. A fisioterapia gerontológica em pacientes ortopédicos tem como objetivo tratar a fase aguda da doença, controlando a dor e a inflamação e realização de exercícios para manter a força e a mobilidade como forma preventiva, para impedir a progressão da doença ou o desenvolvimento de novos sintomas. Em pacientes com osteoporose é importante trabalhar o controle de equilíbrio e o fortalecimento muscular para evitar as quedas e fraturas decorrentes dessas quedas.

A reabilitação em geriatria e gerontologia deve ser construída passo a passo, com os cuidados específicos necessários para esta população, para que cada ano vivido pelo idoso se torne digno e prazeroso.

 

Bruna W. Cuba Tavares

Fisioterapeuta

CREFITO:214815-F

 

Referências Bibliográficas

FREITAS, E.V. et al. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 3ª ed. Guanabara Koogan, 2013.

ALVES, M. O que é fisioterapia gerontológica? Disponível em <https://blogfisioterapia.com.br/o-que-e-fisioterapia-gerontologica/> Acesso em: 20 de outubro de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *